segunda-feira, 18 de maio de 2009

Decidi Vencer o Medo de Vencer


por Silvio Carajeleascov


Talvez você, assim como eu, já tenha tido a sensação de realmente ter tomado uma decisão que mudaria sua vida. O resultado seria realizar enfim aquilo que desejava. Isso fez com que dezenas de vezes ou mais, eu fosse dormir ou acordasse dizendo que naquele momento tudo seria diferente. Hábitos e padrões de comportamento que eram nocivos a mim, já identificados em dezenas e dezenas de cursos, conversas, divagações, brain storms (Explosões de palpite) teriam mudado. Sua transformação teria o poder de mudar minha existência. Tenho que admitir que normalmente a grande decisão não seja necessariamente fruto de um momento único, repleto de euforia e êxtase ou simplesmente devido a uma frase, um pensamento ou a influência de uma pessoa, veio através de tudo isso junto e muito mais. Preste atenção a esta história:

“Um homem estava tentando quebrar uma grande pedra com sua marreta, já havia batido nela no mesmo ponto 199 vezes. Concentrou sua energia mais uma vez para dar mais uma marretada com toda força sob os olhares atentos e estupefatos das pessoas que o assistiam fazer esse trabalho com tamanha perseverança. Na última marretada, um som diferente e estrondoso foi ouvido. Percebeu-se então, que a pedra havia se partido quase cirurgicamente no exato ponto da última batida. Um dos observadores se aproximou e disse:

– Você conseguiu quebrar a pedra com a sua última marretada.

O homem da marreta olhou para o observador dizendo a ele:

– Não, desculpe-me eu discordo do senhor.

“Eu quebrei a pedra com 200 marretadas, a última nada teria significado se não fossem as anteriores para enfraquecer a resistência dessa pedra”.

O poder da decisão está relacionado com a intensidade daquilo que desejamos e dos outros fatores que influenciaram a nossa tomada de decisão. Por exemplo: saber o que realmente desejamos.

Muitas vezes nas nossas vidas, desejamos fazer coisas que a princípio parecem tão fora da realidade, para nós quase impossível (leia bem eu disse quase impossível), apesar de não ser impossível, que quando falamos sobre elas, uma distância quase intransponível fica evidente. Acreditamos sem muita certeza e começamos a falar de como seria realizar aquilo. Aos poucos algumas coisas começam a se tornar mais evidentes, afinal quando sabemos para onde olhar ou o que procuramos, identificando o alvo ou objeto, torna-se mais simples e realmente mais fácil. Porém, até que tenhamos o máximo grau de comprometimento e crença naquilo que desejamos, acabamos passando por um processo lento de transformação, digno de reconhecimento pelo alto nível de persistência, teimosia e muita, muita perseverança. Mudar assusta e pensar em melhorar nossos resultados vai exigir fé, determinação e esperança de poder ser melhor, fazendo o melhor. Uma crença poderosa permite o máximo de sinergia e foco na obtenção de resultados. Dessa forma, seremos capazes de assumir uma identidade básica de alto padrão em constante transformação, com o grande desafio de aprender, crescer, mudar e melhorar. Ultrapassando barreiras, superando obstáculos, poderemos aprender com o passado, aproveitar o presente e acreditar no futuro e, assim experimentar o poder do auto-desenvolvimento e da auto-realização. Essa experiência pode gerar uma sensação extraordinária de bem-estar e harmonia, algo quase divino. Para maximizar ainda mais essa sensação, experimente realizar o perdão a si mesmo e quaisquer outras coisas que podem causar mágoa a você, afinal somos seres humanos com virtudes e defeitos, falhas e imperfeições. Perdoar é o alicerce da liberdade e saúde emocional.
Você pode Vencer, só depende de você.

6 comentários:

  1. seu texto foi muito motivador! Era o que eu estava precisando ler nesse momento que estou vivendo!
    o medo de vencer é real! E de modo subreptício detona todas as nossas lutas, pois mina nossas força e confiança fazendo que uma leve queda se torne num grande desmoronamento!

    Por mais uma vez te agradeço pela ajuda! E peço permissão para postar em meu blog esse artigo com os devidos créditos!

    abraços

    ResponderExcluir
  2. Uma verdadeira lição de vida mesmo,
    as vezes paramos na metade do caminho, tentatamos e tentamos depois quando vamos pra ultima tentativa que é pra quebrar a pedra desistimos né. Na dieta estou na 200 marteladas e dessa vez quebro e vitória rsrsrs beijos

    ResponderExcluir
  3. Uau que lindo. Só depende de nós e nós vamos conseguir. Um grande beijo

    ResponderExcluir
  4. É VERDADE NÃO PODEMOS DESISTIR DOS SONHOS,TEMOS QUE ACREDITAR E VENCE-LOS...

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso!!!Parabens pelo seu trabalho,e tenho certesa que essa será minha ultima marretada para acalçar os meus objetivos, a proposito adorei: Deus capacita os escolhidos.Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. Quem nunca teve medo, ou quem não tem medo, seja de alguém, de alguma circunstância que possa passar ou por qualquer coisa de ruim que pode lhe sobrevir, a questão é todos nós temos um tipo de medo, e, se não temos, já tivemos um dia, isso é inquestionável.
    Mais séra possível vencer o medo? Ou pelo menos conviver com ele? Sim, é possivel. Entre no meu blog e aprenda uma forma simples e prática de vencer medo> Esse é o meu blog http://voceeoquevocepensa.blogspot.com/2011/12/vencendo-o-medo.html

    ResponderExcluir

Obrigado por sua participação. Continue enviando comentários.
Obrigado.