sábado, 11 de dezembro de 2010

Construa sua imagem de sucesso

Este é sempre um assunto muito delicado, porém igualmente importante para a sua POSTURA profissional. Seja no Trabalho ou em qualquer outra atividade, você precisa cuidar da sua imagem e aparentar a pessoa em que deseja se transformar, ANTES de chegar lá. Novamente, a "Lei da Atração" atuará contra ou a seu favor, dependendo da mensagem que você transmitir para os outros, através da sua aparência, vestimenta, uso de acessórios adequados, cartão de visitas etc.

Aparência profissional

Faço-lhe uma pergunta bem direta: você faria negócios com a pessoa que você vê AGORA, diante do espelho?

Reflita com muita sinceridade. Que imagem você está transmitindo, ANTES de abrir a boca para falar com os outros, sobre seus produtos e oportunidade de negócio? Imagem de sucesso ou fracasso? De alguém que sabe o que está fazendo, ou de um aventureiro irresponsável? As pessoas percebem que você está progredindo ou sentem que você está perdido, no tempo e no espaço? Qual é a sua prioridade?

É impressionante como a imagem de uma pessoa diz muito sobre seus valores e sentimentos. Comece a reparar mais nisso, e você saberá quem está se comunicando com você também. Não tem nada a ver com estilo pessoal, ok? Você pode transmitir a melhor imagem dentro do seu estilo, desde que cuide bem dela e saiba adequá-la a cada situação que irá enfrentar no ambiente profissional.

Repare que isso também não tem nada a ver com dinheiro. Quero que você passe a prestar mais atenção em alguns detalhes que fazem toda a diferença, que muitas vezes podem ser ajustados de forma simples e imediata: corte de cabelo, barba, maquiagem...

O que você veste e usa.

O que você veste não precisa ser caro, mas TEM QUE ser adequado e discreto. O ambiente de negócios não é um desfile de moda, nem lugar para se mostrar, seduzir. O assunto tem que ser o NEGÓCIO, e não você!

Quem não tem dinheiro para montar um guarda-roupa completo, deve se concentrar nas cores neutras e que podem ser combinadas entre si. Preto, azul marinho, cinza ou marrom nunca farão feio para os homens, nessa ordem de prioridade. Para as mulheres, cáqui, vermelho e cor-de-rosa também são boas opções. Outras cores podem ser muito perigosas, principalmente em combinações "exóticas". Lembrando que saias curtas, decotes e "maquiagem fatal" costumam causar um enorme constrangimento, minando sua credibilidade e POSTURA.

Sapatos, gravatas, brincos, bolsas, pastas e outros acessórios devem ser igualmente adequados ao ambiente, evitando chamar demais a atenção para qualquer coisa que não seja o seu negócio.

As pessoas não fazem o que falamos e sim o que fazemos.

Sem dúvida alguma, a imagem é o principal aspecto que se observa à distância. Porém, quando você cumprimenta outras pessoas e começa a conversar, conviver junto, no dia-a-dia, outros sentidos são imediatamente envolvidos. E o olfato é o principal deles.

Por melhor que seja a imagem, ninguém gosta de conviver com pessoas mal cheirosas. Por isso, todo cuidado é pouco com higiene pessoal e saúde. Roupas e dentes limpos, hálito fresco, desodorante e perfume "atualizados" são indispensáveis. Leve com você balinhas de hortelã, lencinhos umedecidos, gel anticéptico, mudas de roupas... Vale tudo para exalar sucesso, SEMPRE!

Ainda sobre sentidos, evite ser do tipo "pegajoso" demais, que toca, beija, abraça, gruda e não descola. Muitas pessoas não gostam desta aproximação excessiva. Tem-se voz estridente, procure falar menos, mude o ritmo e o tom para não incomodar. Enfim, busque sempre a moderação, o equilíbrio, pois todos devem sentir prazer de se relacionar com você.

O mais importante: tenha bom senso. Você pode cumprimentar e tirar fotos com os líderes ascendentes, palestrantes e executivos da sua companhia, desde que o faça com respeito e limite. Acompanhe seus downlines e convidados de perto, mas não tão perto que eles sintam-se invadidos em sua privacidade ou intimidade. Aprenda a reconhecer os sinais que as pessoas transmitem quando você está se tornando inconveniente.

Não basta preparar o seu emocional para a melhor apresentação do mundo, se você falhar nessas questões. Por isso, cuide-se!


Silvio Carajeleascov

domingo, 21 de novembro de 2010

A Marca de Amor

Um menino tinha uma cicatriz no rosto, às pessoas de seu colégio não falavam com ele e nem sentavam ao seu lado, na realidade quando os colegas de seu colégio o viam franziam a testa devido à cicatriz ser muito feia.

Então a turma se reuniu com o professor e foi sugerido que aquele menino da cicatriz não freqüentasse mais o colégio, o professor levou o caso à diretoria do colégio.

A diretoria ouviu e chegou à seguinte conclusão:

Que não poderia tirar o menino do colégio, e que conversaria com o menino e ele seria o ultimo a entrar em sala de aula e o primeiro a sair, desta forma nenhum aluno via o rosto do menino, a não ser que olhassem para trás.

O professor achou magnífica a idéia da diretoria, sabia que os alunos não olhariam mais para trás.
Levado ao conhecimento do menino da decisão ele prontamente aceitou a imposição do colégio, com uma condição:

Que ele compareceria na frente dos alunos em sala de aula, para dizer o porque daquela CICATRIZ.

A turma concordou e no dia o menino entrou em sala dirigiu-se a frente da sala de aula e começou a relatar:

- Sabe turma eu entendo vocês, na realidade esta cicatriz é muito feia, mas foi assim que eu a adquiri: Minha mãe era muito pobre e para ajudar na alimentação de casa minha mãe passava roupa para fora, eu tinha por volta de 7 a 8 anos de idade...
A turma estava em silencio atenta a tudo.

O menino continuou: - Além de mim, havia mais 3 irmãozinhos, um de 4 anos, outro de 2 anos e uma irmãzinha com apenas alguns dias de vida.

Silêncio total em sala.

-... Foi aí que não sei como, a nossa casa que era muito simples, feita de madeira começou a pegar fogo, minha mãe correu até o quarto em que estávamos pegou meu irmãozinho de 2 anos no colo, eu e meu outro irmão pelas mãos e nos levou para fora, havia muita fumaça, as paredes que eram de madeira, pegavam fogo e estava muito quente...
Minha mãe colocou-me sentado no chão do lado de fora e disse-me para ficar com eles até ela voltar, pois minha mãe tinha que voltar para pegar minha irmãzinha que continuava lá dentro da casa em chamas. Só que quando minha mãe tentou entrar na casa em chamas às pessoas que estavam ali não deixaram minha mãe buscar minha irmãzinha, eu via minha mãe gritar:
- " Minha filhinha está lá dentro!". Vi no rosto de minha mãe o desespero, o horror e ela gritava, mas aquelas pessoas não deixaram minha mãe buscar minha irmãzinha...

Foi aí que decidi. Peguei meu irmão de 2 anos que estava em meu colo e o coloquei no colo do meu irmãozinho de 4 anos e disse-lhe que não saísse dali até eu voltar.
Saí de entre as pessoas, sem ser notado e quando perceberam eu já tinha entrado na casa. Havia muita fumaça, estava muito quente, mas eu tinha que pegar minha irmãzinha. Eu sabia o quarto em que ela estava.

Quando cheguei lá, ela estava enrolada em um lençol e chorava muito...
Neste momento vi caindo alguma coisa, então me joguei em cima dela para protegê-la,
e aquela coisa quente encostou-se em meu rosto...

A turma estava quieta atenta ao menino e envergonhada então o menino continuou:
Vocês podem achar esta CICATRIZ feia, mas tem alguém lá em casa que acha linda e todo dia quando chego em casa, ela, a minha irmãzinha me beija porque sabe que é marca de AMOR.

Vários alunos choravam, sem saberem o que dizerem ou fazerem, mas o menino foi para o fundo da classe e imovelmente sentou-se.

Para você que leu esta história, queria dizer que o mundo está cheio de CICATRIZ.
Não falo da CICATRIZ visível, mas das cicatrizes que não se vêem, estamos sempre prontos a abrir cicatrizes nas pessoas, seja com palavras ou nossas ações.

Há aproximadamente 2000 anos JESUS CRISTO, adquiriu algumas CICATRIZES em suas mãos, seus pés e sua cabeça. Essas cicatrizes eram nossas, mas Ele, pulou em cima da gente,
protegeu-nos e ficou com todas as nossas CICATRIZES.

Essas também são marcas de AMOR.

Jesus te ama,
não por quem você é,
mas sim pelo que você é,
e para Jesus você é a pessoa mais importante deste mundo.
Nunca se esqueça disso!

Silvio Carajeleascov

Vá Além do Contrato – Faça Algo Mais!

A ideia de sucesso verdadeiro começa em dar mais do que o esperado por seu cliente, seu cônjuge, seus filhos, sua empresa, seu país e sua igreja.

A chave para o sucesso pode ser resumida em duas palavras: ALGO MAIS.

Os vencedores cumprem suas tarefas – e "algo mais". São gentis e generosos – e "algo mais". São confiáveis – e "algo mais". Dão 100% de si – e "algo mais".

Se quer ir adiante, faça um quilômetro a mais. Não há muita concorrência neste caminho.

Quantas pessoas você conhece que estão dispostas em fazer um pouco mais do que aquilo pelo qual recebem? Certamente muito poucas.

Uma maioria não quer fazer nada pelo qual recebem e outra só faz aquilo rigorosamente pelo qual foram pagas.

Qual a vantagem então de fazer mais do que recebe?
Eis algumas:

• Você torna-se mais valioso, independentemente do que faça e onde trabalha.
• Tem mais confiança.
• É visto como líder e as pessoas confiam mais em você.
• É respeitado pelos superiores.
• Ajuda a promover a cooperação.
• Aumenta o orgulho e a satisfação.
• Estimula a lealdade entre você, outros membros da equipe e superiores.
• O mercado paga preço de ouro por pessoas assim.



Pense bem! Há demanda em qualquer lugar para pessoas que trabalham muito, independentemente de idade, experiência ou qualificação acadêmica.

Pessoas assim tem foco em resultados e fazem a diferença.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

Silvio Carajeleascov

sábado, 23 de outubro de 2010

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Frases Famosas - Sabedoria

Um homem sábio é aquele que cria mais oportunidades do que encontra.

Sir Francis Bacon - foi um político, filósofo e ensaísta inglês, barão de Verulam (ou Verulamo ou ainda Verulâmio), visconde de Saint Alban. É considerado como o fundador da ciência moderna.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Frases Famosas - Para pensar

As únicas coisas que uma empresa possui que são impossíveis de substituir rapidamente são os conhecimentos e as habilidades de seus colaboradores. A produtividade com o uso desse capital intelectual depende da eficiência das pessoas em compartilhá-lo.

Andrew Carnegie - Magnata da indústria e filantropista norte-americano do setor petrolífero.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Precisamos fazer com que nossos colaboradores saibam usar seus talentos


Por Inumeras vezes observei gestores e até mesmo diretores de empresas diante com um dilema: como fazer os colaboradores vestirem a camisa da organização e, consequentemente, terem um melhor desempenho diante das necessidades do negócio? Essa questão não é simples de responder, pois envolve fatores que incluem desde indicadores como, por exemplo, o clima organizacional e o relacionamento entre lideres-liderados. Abaixo, listo algumas ações que podem ser aplicadas por empresas de qualquer segmento para estimular os talentos a abraçarem, de fato, a "Camisa" das companhias.
1. O valor de cada um - Deixe claro para os profissionais, de todos os níveis, o valor que cada um oferece para a obtenção de resultados para o negócio. Para isso, recorra aos canais de comunicação como impressos, murais, intranet etc.
2. Reconhecimento - Muitos profissionais entregam o melhor de si no dia a dia de trabalho, oferecem bons resultados. No entanto, a maioria se sente desestimulada porque não tem seu esforço reconhecido. Vale lembrar que nem sempre o reconhecimento vem através de uma gratificação. Não que um bônus deixe de ser bem-vindo, pelo contrário. Contudo, muitas vezes, uma conversa informal com a liderança pode ser valiosa, principalmente quando o gestor enfatiza a contribuição significativa do funcionário e agradece em nome da empresa.
3. Olho no olho - A contribuição da comunicação interna para estimular o funcionário a vestir a camisa da empresa é valiosa, mas precisa de reforço. Nesse momento, a comunicação "Olho no olho" é um diferencial significativo. Por essa razão, estimule os gestores a promoverem reuniões periódicas, onde seja possível repassar informações sobre a empresa e abrir espaço para que os profissionais apresentem dúvidas sobre assuntos relacionados à organização.
4. Confiança - Um profissional só "veste a camisa" da empresa quando acredita nos valores e na missão corporativos. Caso algum boato surja nos corredores, antes de identificar a fonte que o gerou, a organização deve preocupar-se em desfazer os "ruídos". Se um dirigente de destaque foi desligado, por exemplo, e isso provocou preocupação nos demais profissionais, um informe oficial sobre a saída do executivo pode sem dúvida alguma evitar temores desnecessários.
5. Liderança - Equipe só se torna realmente coesa quando tem à frente um gestor que conduz o leme e mostra aos seus liderados para onde eles estão indo, qual o destino que devem alcançar e mostrar alternativas que os façam atingir as metas desejadas. É um risco muito grande colocar um profissional para conduzir uma equipe, sem que este realmente tenha consciência do papel de gerir pessoas. Ser chefia não é sinônimo de liderança.
6. Desenvolvimento - Quantas pessoas têm sonhos inclusive profissionais, mas que nem sempre consegue realizá-los por falta de oportunidade? Isso é mais comum do que muitos dirigentes organizacionais imaginam e por vezes, o colaborador deseja desenvolver novas competências sejam técnicas ou comportamentais para ter chances de ascensão interna. Esse é o momento de refletir: sua empresa tem dado oportunidades de crescimento aos seus talentos?
7. Qualidade de Vida - Se antes existia a premissa de que apenas salários atraentes eram suficientes para fazer o colaborador "vestir a camisa" da empresa, hoje se observa uma mudança comportamental que ganhou espaço entre muitos talentos que fazem a diferença. Falamos sobre qualidade de vida. No mercado altamente competitivo observam-se pessoas já se desligaram de grandes corporações porque ultrapassaram seus limites e sentiram reflexos tanto na saúde física quanto mental. Por isso, não é mais surpresa ver um profissional migrar até a concorrência para ganhar um salário inferior, tudo em troca da melhoria da qualidade de vida. Ações em QVT, mesmo que sejam consideradas simples, precisam estar entre as prioridades de uma gestão.
8. Pesquisa de clima - Quando um time disputa uma partida, não importa a modalidade esportiva, os seus integrantes precisam de um diferencial de extrema importância para vencer o desafio que nesse caso é representado pelo adversário: MOTIVAÇÃO. Vale lembrar que a área de Recursos Humanos possui um recurso valioso para mensurar os índices de satisfação interna: a pesquisa de clima organizacional, uma vez que através dela é possível identificar os pontos fortes e aqueles que precisam ser trabalhados e que podem gerar um quadro de insatisfação interna.
9. Feedback - É notório que organização alguma é sinônimo de entidade beneficente e que os profissionais que nela atuam precisam atender as expectativas do negócio. Para que uma bola de neve não se forme diante da performance dos talentos e esses ofereçam o melhor de si, é fundamental saber o que a empresa espera deles. O processo de feedback é uma ferramenta que permite ao gestor e ao liderado uma relação rica. Quem "veste a camisa" de um time, precisa conhecer as estratégias e as regras do jogo para entrar em "campo" e dar o melhor de si.
10. Metas realistas - A entrega de um profissional à empresa também depende da infraestrutura, das condições de trabalho que a organização oferece. É utopia acreditar que um talento dará o melhor de si, se ele não tiver o respaldo da empresa que possibilite o alcance ou a superação de metas. Cobrar que se tire leite de pedra, é uma "Missão Impossível" e apenas cai bem para o agente Ethan Hunt, interpretado pelo ator Tom Cruise consegue verdadeiros "milagres", graças à ajuda de muitos efeitos especiais e da rica criatividade do diretor cinematográfico.

Silvio Carajeleascov

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Não desista nunca, Deus está contigo


"Sempre há muitos desafios, surpresas, tristezas e alegrias...
A vida é feita assim, às vezes nos deparamos com situações que nos afligem, nos fazem sentir medo e até mesmo chorar,mas saiba que a cada momento da vida, cada lágrima caída, cada sorriso dado, está tudo anotado no diário de Deus.
E pode ter certeza que nem um segundo Ele esqueceu de anotar, anotou suas lutas, seus choros, mas com um detalhe,Ele não esqueceu de anotar o dia de sua vitória!
Não desista de teus projetos e sonhos porque antes mesmo deles serem projetados por você, já foi projetado e anotado por DEUS!"

por Silvio Carajeleascov

domingo, 18 de julho de 2010

Frases Famosas - Chico Xavier

"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."

Chico Xavier

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Como mudar hábitos


por Silvio Carajeleascov

Hábitos nascem de paradigmas, ou seja, de crenças de como você acredita que as coisas funcionam e como você deve viver. Alguns hábitos, porém, são “herdados” socialmente ou são cristalizados a partir de paradigmas já superados – como por exemplo, quando você faz algo porque sempre fez daquele jeito, mesmo que hoje já não pense mais que essa forma é a mais eficiente ou correta.
Um dos piores hábitos do cidadão moderno é “multitarefar”, ou seja, o hábito de fazer muitas coisas ao mesmo tempo. Tem-se a artificial sensação de que se está sendo produtivo, numa ilusão de que estar ocupado é estar produzindo. Esse hábito é, em sua maior parte, herdado socialmente. “Parece que todo mundo faz assim, então deve ser assim que é pra fazer!”.
Alguns estudos já chegaram a comparar o grau de atenção e discernimento de pessoas fazendo muitas coisas ao mesmo tempo com pessoas que fumam maconha! Esses estudos mostram como a capacidade de raciocínio e a atenção focada são prejudicadas quando a pessoa está multitarefando.
A grande ilusão é associar o estado de estar ocupado com importância e produtividade eficaz. O fato de estar ocupado o tempo todo não significa que você esteja produzindo algo com eficácia, muito menos que o que você está fazendo seja realmente importante. A urgência geralmente “empresta” um falso senso de importância e muitas pessoas tendem a acreditar que a tarefa é importante só pelo fato de que ela é urgente.
A produtividade burra é quando a pessoa está sempre ocupada, mas, no final das contas, nada do que ela faz rende frutos concretos, duradouros.
Do ponto de vista da vida bem vivida – a filosofia Carpe Diem que apresento aqui –, desperdiçar seu precioso tempo correndo como um ratinho de laboratório em sua rodinha – ocupado, ocupado, ocupado – mas sem produzir nada concreto de fato é uma das primeiras coisas que você deve aprender a eliminar.
O primeiro passo é aumentar o seu nível de discernimento para com as tarefas que você realiza. Reflita seriamente sobre a real importância de tudo em que você investe seu tempo. É claro que há sempre o tempo certo para descontração, descanso, lazer, mas no período em que você “deve” ser produtivo, é essencial se questionar sobre a real importância de cada tarefa. A partir daí, comece a priorizar só o que tem sentido de um ponto de vista mais amplo.
O segundo passo é dar um basta no impulso de querer fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. Um dos maiores aprendizados que tive ao começar a escrever foi que, ao tentar fazer muitas coisas ao mesmo tempo (escrever mais de um livro, mais de um artigo ao mesmo tempo), eu levava mais tempo para terminar ambos do que se escrevesse um, terminasse, começasse o outro e terminasse. Se cada livro leva seis meses para ser escrito, ao trabalhar em dois livros ao mesmo tempo, eu não terminaria o primeiro antes de um ano. Além disso, a falta de foco acaba fazendo com que os seis meses para cada um se estendam para oito ou dez meses. Ou seja, ao tentar ser “mais produtiva”, eu acabava demorando muito mais.
Ao me dar conta desse fato, comecei a perceber que o mesmo mecanismo funciona com todas as outras atividades. Ao fazer uma coisa de cada vez, é possível dar o máximo de si para fazer tudo bem feito e rapidamente, ao passo que, ao tentar balancear um monte de atividades, nenhuma delas recebe 100% de atenção e todas demoram mais tempo para serem completadas – resultando, ainda, em qualidade mais baixa.
A percepção geral é de que fazer uma coisa de cada vez é impossível, mas essa é uma percepção falsa. Se você tem cinco coisas para fazer amanhã, fazer uma de cada vez ou todas ao mesmo tempo é apenas uma questão de organização, não? Essas cinco atividades precisarão estar completadas no final do dia, ponto final, como você se organiza é problema seu.
A tendência para multitarefar vem do desespero emprestado da urgência embutida em certas atividades – algumas das quais, se você pensar bem, você nem precisaria fazer.
Em ambientes profissionais, tal mudança é mais difícil do que para pessoas que trabalham por conta, mas mesmo assim é possível. Na maioria dos casos, o profissional recebe um conjunto de responsabilidades e atividade que devem ser completadas, a forma como o profissional organiza a execução dessas atividades geralmente não é algo que costuma ser observado. Com relação à irrelevância de certas responsabilidades, mostrar serviço sugerindo melhorias e eliminação de desperdício nunca é uma má idéia, se feito da forma correta – chegar para um superior e dizer: “Ei, eu acho que isso aqui é inútil, não vou mais fazer”, não dá bons resultados, evidentemente!
Do ponto de vista da vida Carpe Diem que proponho, a minha dica real é fazer de tudo para escapar do mundo corporativo e ser dono do próprio nariz, mas se isso não é possível para você, aprender a se assertivo pode ajudar muito. Assertividade é a capacidade de se colocar firme e decididamente numa situação, dizer o que tem que ser dito e obter resultados positivos sem queimar seu filme.
A postura ideal, tanto na vida pessoal quanto profissional, é trazer os hábitos para a mente consciente e refletir sobre eles, pensar sobre sua importância, lógica, necessidade e efeito em sua produtividade.
Se você conclui que o hábito é irrelevante, não faz sentido, não é necessário para você e prejudica sua produtividade, procure desenvolver outro que o substitua. Tentar eliminar hábitos muitas vezes não funciona. Como o processo é inconsciente, precisamos, de alguma forma, preencher aquele “vazio” que fica quando se pára de fazer algo de uma forma específica. É mais fácil e mais produtivo substituir o hábito negativo por um positivo.
A ciência diz que o cérebro leva 30 dias para internalizar um novo hábito, ou seja, para que a nova forma de fazer algo se torne automática, inconsciente. Isso exige disciplina, foco e força de vontade, mas passado esse período de internalização, o novo hábito se torna parte de sua natureza. O desenvolvimento de uma personalidade excelente, extraordinária e produtiva passa justamente por esse caminho: aprender e internalizar novos hábitos para que você se torne naturalmente eficaz.

sábado, 15 de maio de 2010

Frases Famosas - Bob Marley

"Todos caem mas, apenas os fracos continuam no chão."
Bob Marley

Quem Quer Faz. Quem não quer arruma uma desculpa.

Não me lembro onde li essa frase, mas passei a adotá-la em meu MSN e repetidas vezes “twitto” a mesma. Ela é muito verdadeira, direta e sincera. E por conseqüência acaba sendo dura para algumas pessoas também.

As empresas estão abarrotadas de pessoas que vivem dando desculpas do porque não conseguiram fazer as coisas. Nós sempre temos na ponta da língua um motivo chave que fez a gente não realizar aquela atividade. E na lista das milhares de desculpas possíveis a que tem sido mais freqüente é “não tive tempo”. Concorda?

Tirando as coisas que estão totalmente fora de nossa linha de controle ou atuação, as outras simplesmente não foram priorizadas ou escolhidas. Você não leu aquele livro porque teve preguiça. Você não retornou aquela ligação porque o cliente era chato. Você não concluiu seu dia porque colocou um monte de outras coisas na frente. Você não foi à academia porque estava com moleza naquele dia. Você não termina de escrever seu livro porque precisa revisar ainda mais. E assim a vida passa.

Se o pedido ou a atividade for por e-mail ainda mais fácil de recusar ou de empurrar para outra pessoa, afinal, o e-mail virou o grande “tirador da reta” corporativa que o homem inventou.

Para a maioria das pessoas, não é que está faltando tempo, o problema é que está sobrando desculpas. Quando a gente quer algo de verdade, quando a vontade ou a necessidade é maior do que tudo, a gente vai lá e faz. Que atire a primeira pedra quem nunca deu uma boa desculpa para alguém ou faltou na aula para ver o namorado(a). No começo do namoro é assim, depois de alguns anos, faltou tempo para comprar o presente de namoro (ou vira coisa de data comercial).

Eu ensino as pessoas a administrarem seu tempo e empresas a terem menos urgências. Mas isso não é uma tarefa fácil para a grande maioria. Eu ensino a planejar, a priorizar, a fazer com que a pessoa coloque suas atividades no Neotriad e fique com ele aberto o tempo todo para gerenciar o dia. Parece super simples, mas não é. Eu não tenho que vencer o vilão do tempo, eu tenho que vencer o vilão da zona de conforto. Aquele modus-operandi que todos nós temos, que é criado pela forma como nossos pensamentos são processados em nosso cérebro.

Esse modelo mental é que gera nossa preguiça, nossas desculpas, nossa falta de tempo e realizações. Como vencê-lo? Primeiro é se conscientizar de que você está lutando contra algumas décadas de um modelo antigo pré-estabelecido, contra apenas alguns dias de um novo modelo. Isso requer duas coisas: a primeira é persistência constante, ou seja, todo o dia se forçar a fazer um pouco desse novo modelo que você quer implantar. E o segundo, é achar um motivo forte que te motive a manter esse ritmo.

Por que você quer mais tempo? Quando essa pergunta estiver respondida de forma que realmente toque todas as partes do seu cérebro, da sua alma, do seu coração e do seu ser, pode ter certeza que você achou a forma de vencer seu velho modelo.

Quem quer fazer algo que realmente valha muito a pena, e achar um motivo para isso, vai acontecer, vai fazer. Caso contrário, você vai achar um excelente desculpa para deixar para depois.

** artigo publicado no http://migre.me/F8jJ

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Ele acreditou, não desistiu...

Você perde a esperança fácil?
Desiste com facilidade?
Deixa de lutar por que acredita que não ha mais chances de vencer?
O você faria por um amigo?
Qual a sua motivação?


sábado, 8 de maio de 2010

Como ganhar um milhão

Poucos dias depois do terrível terremoto que abalou a Cidade do México em 19 de Setembro de 1985, um pequeno menino, japonês-americano, ia de porta em porta, vendendo cartões postais ao preço de 25 centavos cada. E todo o dinheiro que ele conseguia arrecadar, oferecia como ajuda às vítimas do terremoto.
Uma das pessoas que comprou alguns cartões postais do pequeno menino, perguntou-lhe:
- Quanto você espera conseguir com a venda destes postais?
- Um milhão de dólares! – respondeu sem hesitar.
O homem então sorriu e disse:
- Você espera conseguir um milhão de dólares para ajudar as vítimas do terremoto sozinho?
- Ah não, senhor – respondeu o menino – O meu irmão mais novo está me ajudando!
.
Segundo o jornal “Los Angeles Times”, esta é uma história verídica, e que apesar de simples, revela algumas coisas importantes para a nossa vida:

1. Ele tentou: Não sabemos se o menino conseguiu juntar 1 milhão de dólares para ajudar as vítimas do terremoto, mas ele tinha uma meta, e correu atrás dela. Pode até ser que ele não tenha conseguido juntar todo este dinheiro, mas ao final, ele tinha muito mais do que quando começou. Talvez ele mesmo tivesse dúvidas de que conseguiria, mas ele também sabia que só havia um jeito de saber: tentando.

2. Ele deixou um legado. Ao contrário do que muitos pensam, legado não é o que você deixa quando morre, mas quando sai de algum lugar. Com cada pessoa que ele conversava, mesmo que esta pessoa não comprasse seus postais, ele deixava um legado; uma “marca” de simplicidade, amor, altruísmo e de que pensar no próximo é muito importante.

3. Ele não estava sozinho. Ninguém consegue realizar algo grandioso sozinho. Não existem “Supermans” ou “Rambos”. O que existe são pessoas, seres humanos que dependem uns dos outros, para ajudar e serem ajudados. Como diz John Maxwell(1): “um é um número muito pequeno para se alcançar a grandeza”, por isso, o que realmente faz a diferença é o trabalho em equipe, porque sozinhos podemos ir mais rápido, mas juntos vamos muito mais longe.

Bem, e aqui ficam algumas perguntas:
Você tem estabelecido metas em sua vida?
Tem estabelecido um plano de ação para alcançá-las?
Qual é a marca que você deixa quando sai de uma conversa, de uma reunião, de um bate-papo?
Você tem valorizado o trabalho em equipe?

John Maxwell - é internacionalmente reconhecido como um perito em liderança, palestrante e autor que já vendeu mais de 13 milhões de livros.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Frases Famosas - Falta de Dinheiro

"Nada estabelece limites tão rígidos à liberdade de uma pessoa
quanto a falta de dinheiro"
- John Kenneth Galbrai

Motivando Equipes

Uma idéia simples para motivar sua equipe, pode vir de uma experiência que vivi em uma concessionária de veículos em São Paulo.
O Diretor estava cansado de campanhas de incentivo com prêmios, viagens e outros, que não iam de encontro o real interesse dos funcionários.
Então ressucitou a conhecida caixa de sugestão, que a principio era específica para esse assunto.
Com um numero surpreendente de interessados, apareceu a sugestão de realizar um econtro de todos os funcionários pelo menos duas vezes ao mes, em um clube que era bem proximo da empresa. Nesses encontros, sugeriram que houvesse churrasco, cerveja e futebol.
Com parte da sugestão aceita, a empresa se mobilizou como nunca. Os departamentos receberam seus desafios e objetivos, que alcançados renderam uniformes, bolas e bandeiras.
Depois vieram os campeonatos, que rendiam comentários por dias, em todos os departamentos. E rendendo-se a inúmeros convites, os diretores começaram a participar dessas atividades, pelo menos por alguns minutos.
O clima de cordialidade ficou intenso. Não era incomum ouvi funcionários falando sobre os diretores como se fossem íntimos.
Um deles, que pouco era comprimentado por receio dos funcionários, tornou-se amplamente popular. E esforcava-se ao máximo em chamar todos pelo nome.
A cerveja não era paga pela empresa, mas sempre os funcionários levantavam o valor para regar o churrasco e as partidas de futebol.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Mitos e dicas sobre motivação

David G. Javitch, Ph.D. em gestão empresarial e colunista da Entrepreneur, apontou cinco mitos em relação à motivação e dez maneiras rápidas de motivar os funcionários de uma empresa.

Segundo Javitch, os mitos são:
- Dinheiro motiva: apesar de deixar o funcionário empolgado com a função e a empresa, pesquisas indicam que aumento salarial ou bônus caem no esquecimento dos agraciados em seis meses.

- Manter os funcionários felizes é importante: para agradar os funcionários durante os intervalos e almoços, algumas empresas oferecem videogames, outras autorizam chamadas telefônicas de longa distância. Segundo Javitch, isso é ineficiente. A satisfação dos funcionários durante os intervalos não significa que eles terão melhor rendimento durante o expediente.

- É melhor ignorar os conflitos: muitos empresários estão tão preocupados em ser legais com os funcionários que acabam fugindo de suas responsabilidades. Não repreender um empregado com comportamento instável não leva a nada.

- Algumas pessoas são desmotivadas por natureza: todo mundo pode ser motivado, mas por razões diferentes. O desafio de um bom líder é descobrir o que motiva um funcionário displicente (isso se valer a pena manter a pessoa na empresa, claro)

- Funcionários inteligentes não precisam ser motivados: todo empresário quer pessoas inteligentes na equipe. Eles são mais rápidos para aprender, se adaptam facilmente e produzem mais. Infelizmente, inteligência e auto-motivação não andam lado a lado, segundo Javitch. Um funcionário inteligente também precisa se sentir motivado.

O especialista cita ainda dez rápidas maneiras de motivar a equipe:
1 - Elogie o funcionário com um “bom trabalho”, ou até mesmo por um bom trabalho realizado parcialmente;
2 - Se um funcionário está desestimulado, envolva-o em discussões sobre maneiras de criar uma atmosfera mais satisfatória, incluindo promoções;
3 - Deixe claro quais são suas expectativas;
4 - Tenha certeza que a função do funcionário envolve uma variedade de atividades;
5 – Deixe claro que a função dele impacta no resultado de um processo;
6 - Tenha certeza que o funcionário sente que a função é significante;
7 - Dê um feedback. Aponte aspectos positivos e negativos do funcionário durante o processo;
8 - Dê autonomia ao funcionário (baseado em experiências prévias, claro);
9 - Amplie as responsabilidade de um funcionário durante a execução de uma tarefa;
10 - Disponibilize a oportunidade de crescer.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Motive sua equipe


Uma equipe motivada vale por mil soldados. Dicas baratas de motivar sua equipe:

Hora da piada - Seria uma hora semanal ou mensal onde reune a equipe pra falar nada sério ou do trabalho, apenas besteiras.

Hora da comilança - Com pães de queijo, enroladinhos e tudo mais uma vez por semana, pra todo mundo trabalhar sem fonte.

No Stress - Numa sexta-feira. Uma massagem custa em média 30,00, as pessoas ficariam mais relaxadas e animadas depois de uma massagem.

Tempo livre - Uma vez por semana ou por mês um funcionário ganha um tempo livre, seja uma manhã ou uma tarde, para resolver problemas pessoais, ou mesmo ficar a toa.

Pagar ou promover cursos - Uma vez por mês, dentro da empresa, não apenas profissionais mas de hobbies das pessoas.

Todos produzindo mais e felizes.

O Empreendedor Revolucionário



Os grandes empreendedores que conheci sempre se posicionaram como agentes permanentes de mudança nas suas empresas, incansáveis estrategistas e realizadores.
Ser um astuto estrategista e um efetivo realizador de mudanças não exige diploma de curso superior, mestrado ou doutorado, precisa sim, no primeiro caso de sensibilidade para perceber a tempo os movimentos que irão interferir no futuro do seu negócio e no segundo, de garra e determinação para implantar as mudanças já definidas.
Uma constatação real é que, aqueles empreendedores que não conseguem fechar o ciclo da mudança foi por que ficaram perdidos pelo caminho, entre a definição da estratégia correta e sua implantação.
Fala se muito em revolução, mas qual é o verdadeiro significado de revolução no mundo dos negócios, senão a transformação de fato de uma realidade já consolidada e resistente a mudanças?
Quem é o verdadeiro agente de mudanças, senão aquele que revolucionou sua própria vida e expandiu os seus limites e horizontes ao máximo, colocando muitas vezes sua própria sobrevivência em risco?
A verdadeira revolução não é didática e muito menos poética, com é vendida na maioria das vezes, através de guias de auto-ajuda.
A revolução de verdade envolve dor, sofrimento, risco e o desconforto permanente de estar com a vida sempre em transformação, não existe porto seguro num ambiente de mudança.
Poucas pessoas conseguem suportar tais condições por muito tempo, por isso que a manutenção do estado de acomodação é a opção preferida, seja na esfera pessoal ou empresarial.
Depois de uma década de experiência, analisando casos de sucesso e de fracasso, afirmo com tranqüilidade, sem me considerar o dono da verdade, apenas uma singela opinião de um observador:
1) A verdadeira revolução é aquela que tem origem na alma do empreendedor e por ter transbordado alcança o seu negócio e contagia todos aqueles que estão sua volta, que passam a acreditar que aquele negócio é possível, apesar de todas as dificuldades que encontrarão pelo caminho.
2) As pessoas necessitam ter em quem acreditar e no que acreditar (regras claras, perspectivas reais) isso faz toda a diferença, esse é o motor da revolução, a verdadeira revolução, a que acontece de forma silenciosa.

Fonte: blog.blogdoempreendedor.com

Semana do Empreendedorismo 2

Semana do Empreendedorismo

quarta-feira, 21 de abril de 2010

10 DICAS PARA SER UM EMPREENDEDOR!

Quais as principais características de um "empreendedor"? Aqui vão elas:

1. Boas idéias são comuns a muitas pessoas. A diferença está naqueles que conseguem fazer as idéias transformarem-se em realidade, isto é, implementar as idéias. A maioria das pessoas fica apenas na "boa idéia" e não passa para a ação. O empreendedor passa do pensamento à ação e faz as coisas acontecerem.

2. Todo empreendedor tem uma verdadeira paixão por aquilo que faz. Paixão faz a diferença. Entusiasmo e Paixão são as principais características de um empreendedor!

3. O empreendedor é aquele que consegue escolher entre várias alternativas e não fica pensando no que deixou para trás. Sabe ter foco e fica focado no que quer.

4. O empreendedor tem profundo conhecimento daquilo que quer e daquilo que faz e se esforça continuadamente para aumentar esse conhecimento sob todas as formas possíveis.

5. O empreendedor tem uma tenacidade incrível. Ele não desiste!

6. O empreendedor acredita na sua própria capacidade. Tem alto grau de auto-confiança.

7. O empreendedor não tem fracassos. Ele vê os "fracassos" como oportunidades de aprendizagem e segue em frente.

8. O empreendedor faz uso de sua imaginação. Ele imagina-se sempre vencedor.

9. O empreendedor tem sempre uma visão de vários cenários pela frente. Tem, na cabeça, várias alternativas para vencer.

10. O empreendedor nunca se acha uma "vítima". Ele não fica parado, reclamando das coisas e dos acontecimentos. Ele age para modificar a realidade!

Pense nisso. Você tem estas características? Como é o seu pessoal?

Luiz Marins, Ph.D.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

COMO CONDUZIR UMA SESSÃO CRIATIVA E BEM-SUCEDIDA DE "BRAINSTORMING"?


Ricardo Bellino (*) & Silvana Case (**)

O "brainstorming" é parte essencial do processo de pensamento de um negócio ou nova idéia em toda e qualquer organização. Quando adequadamente executado, pode conduzir a uma dinâmica e valiosa troca de idéias e iniciativas. Porém, quando mal conduzido, pode promover ressentimento, tensão interna e ser contraprodutivo.

Todos os participantes em uma sessão de "brainstorming" precisam recordar, sempre, de que nada do que é discutido ou criticado nestas reuniões tem caráter pessoal - é estritamente um negócio!

A seguir destacamos algumas dicas de como conduzir uma sessão, ao mesmo tempo criativa e bem-sucedida, de "brainstorming":

Estabeleça o papel do líder - este deve agir como facilitador, monitorando o fluxo das idéias e, principalmente, assegurando que todos tenham a possibilidade de falar, que não hajam interrupções e que a discussão permaneça no foco pré-determinado. O líder deve incentivar o desafio e o debate entre os participantes, o que torna a sessão muito produtiva. A hostilidade não é saudável e deve ser evitada, a todo e qualquer custo.

Defina a tarefa e mantenha o controle na sua mão - todos os membros do grupo devem claramente compreender qual é o objetivo final do negócio em questão. Antes que as soluções sejam sugeridas, os fatos disponíveis, bem como os desafios, devem ser revistos e discutidos.

Indique o objetivo da sessão de "brainstorming" - o caminho da sessão de "brainstorming" precisa estar totalmente desobstruído. A finalidade é gerar idéias, inicialmente, sem consideração para o seu mérito.

Crie uma atmosfera positiva - os participantes devem se sentir livres para favorecer que a comunicação seja aberta e honesta. A seleção de um ambiente neutro se faz necessária. Encontre uma sala onde os membros da equipe possam sair de seus territórios, abasteça os envolvidos com água e/ou sucos e comece a trabalhar.

Grave as idéias - um flipchart permite aos membros do grupo a visualização das idéias e discussão sobre àquelas que mais lhe interessam. Circule as notas, para permitir que todos participem ativamente no processo de pensamento criativo.

Incentive o fluxo das idéias - não deve haver nenhuma avaliação precipitada no processo de "brainstorming". Os membros não devem procurar imediatamente "a idéia". O objetivo da equipe é a geração de várias idéias. A solução vai surgir, quase sempre, da conjunção dessas várias idéias.

Monitore com cuidado uma comunicação verbal e não-verbal - escute todos os membros do grupo. Também, preste muita atenção para as comunicações não-verbais. Isto vai significar, mais do que as palavras, como os membros se sentem em relação ao progresso do grupo. Selecione a melhor idéia - sumarize periodicamente o progresso do grupo.

Se o entusiasmo apresentado for para baixo, reveja as idéias. Focalize a discussão, primeiramente, nos atributos positivos de cada idéia. Somente então focalize nos aspectos negativos. Com um processo de eliminação, identifique as melhores idéias e então faça a seleção final.

Escolha uma idéia que se encontre inteiramente alinhada com o objetivo da tarefa e que todos os membros da equipe estejam dispostos a apoiar.

* Ricardo Bellino é fundador da Trump Realty Brazil, tendo sido considerado pelo próprio Donald Trump, em seu novo livro "Pense como um Bilionário", como uma verdadeira inspiração e exemplo para os aspirantes a aprendiz. É também o mentor do INEMP - Instituto do Empreendedor e autor dos livros PDI - O Poder das Idéias e Sopa de Pedra, ambos sucesso de crítica e vendas.

** Silvana Case é vice-presidente executiva do Grupo Catho, uma das maiores empresas de consultoria em Recursos Humanos do País. Atua na orientação de carreira e no recrutamento de executivos. Nos últimos 2 anos, vem conversando com empresários e CEO's para conhecer a fundo a trajetória profissional de pessoas que fazem a diferença no cenário econômico brasileiro - pessoas que chegaram lá.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

MOTIVANDO COM CRIATIVIDADE


O Comando do 20º BPM realizou na data de 12 de junho de 2006, na sede do SEST/SENAT, uma palestra a seus gestores com o tema “Motivando com criatividade”.
Compareceram diversos Oficiais de toda a RPM que abrilhantaram o evento, que contou com dinâmicas e atividades voltadas para a introspecção de cada um e análise do dia-a-dia.

Tivemos como palestrante o Senhor Sílvio Carajeleascov, profissional renomado na área de marketing e psicologia organizacional, que trabalhou temas importantíssimos para a vida pessoal e profissional doa espectadores.

O palestrante tornou-se disponível com o apoio da Empresa Microlins que vem exercendo uma grande parceria com a Polícia Militar na qualificação de seus profissionais.
Trabalhar o recurso humano é uma premissa da Unidade, que tem como lema “ Crescer com ética e respeito”.

Incentivar a criatividade e fomentar a participação dos gestores no processo de mudança, bem como facilitar a motivação de todos os policiais militares é de suma importância para a aproximação comunitária, bem estar social e realizações para a Paz Social.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL DO 20º BPM



Senac Pouso Alegre inicia turmas de pós-graduação
Três novas turmas de pós-graduação tiveram início no Senac - Pouso Alegre, em 17 de abril. São elas: Gestão Estratégica de Pessoas, Gestão Empresarial e Gestão Financeira e Controladoria. As aulas são quinzenais e acontecem as sextas e sábados.
Aula magna
O consultor e Palestrante Sílvio Carajeleasvov, de São Paulo, foi o convidado especial para a aula magna dos cursos de pós-graduação, realizada em 30 de março. Ele falou sobre motivação em tempos de crise. “A aula foi motivadora, interativa e extremamente importante pelo momento de incertezas em que vivemos. Nos mostrou a necessidade de estarmos cada vez mais preparados para a vida e o mercado. Somos agradecidos pela brilhante aula e pela parceria com este grande profissional.
O objetivo dos nossos cursos é justamente preparar o aluno para lidar com este cenário adverso”, finalizou Dominguetti.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Programas do Microfone Aberto de Ouro Fino MG - Palestra Motivacional


O segredo do sucesso na vida de uma pessoa reside na sua persistência, na sua perseverança e na sua vontade incontrolável de conquistar seus objetivos.

Um dos participantes do Programa Microfone Aberto deste sábado (25), foi o profissional na área de marketing há mais de 18 anos, instrutor de cursos de atendimento, vendas e motivação, Silvio Carajeleascov.

Silvio falou sobre o conteúdo da palestra: Motivando Com Criatividade dando incentivo a todos os ouvintes. Em Ouro Fino – MG foram feitas 4 palestras num prazo de 30 dias todas com o auditório totalmente lotado. Os participantes entraram e saíram entusiasmados e com certeza mudaram seus comportamentos, tanto no lado pessoal como do profissional.

Com uma palestra totalmente interativa o Sr. Silvio Carajeleascov fica desde já convidado a retornar a nossa cidade para nos motivar cada vez mais. Os nossos sinceros agradecimentos.

Programa Microfone Aberto

quarta-feira, 24 de março de 2010

COMO GANHAR O RESPEITO COMO UM LÍDER


Respeito, confiança e credibilidade são os elementos intangíveis que podem construir ou destruir uma carreira. Ganhar respeito e desenvolver credibilidade e confiança são fatores críticos para o sucesso nos negócios. Um líder eficaz não tem que impor respeito, não deve mandar que o respeitem - suas ações devem ajudá-lo na conquista dele.

SUGESTÕES:

Crie uma visão... e forneça os recursos-chave para fazê-la acontecer.

Comunique essa visão. Fale sobre ela com confiança e consistência em toda e qualquer oportunidade.

Seja um apaixonado. Seu entusiasmo incentivará as pessoas a aceitar as suas idéias e a perseguir seus objetivos. Você não consegue despertar interesse nas pessoas se não for um entusiasta!

Seja visível. Esteja sempre envolvido. Os membros da sua equipe querem um líder nas trincheiras, com eles. E se você disser que fará algo, querem saber que podem contar com sua palavra. Se quiser que os membros da sua equipe sejam confiáveis, demonstre confiança.

Crie uma atmosfera de apoio. Seja um bom ouvinte, paciente e aberto. Sua equipe quer sentir que pode se expressar livremente. Confiança constrói confiança.

Demonstre que você valoriza o trabalho de cada membro da sua equipe. Você terá pessoas com diferentes níveis de habilidade e responsabilidades. Reconheça que cada um contribui para o sucesso da sua equipe.

Esteja aberto a discordâncias. Os membros da equipe devem sentir que podem expressar, livremente, suas idéias e opiniões sem conseqüências negativas ou represálias.

Conheça suas forças e limitações. Avalie e compreenda como você é percebido pelos outros. Em particular, reconheça os seus próprios pontos fracos e trabalhe para eliminá-los. Seja capaz de falar sobre suas falhas com honestidade e integridade de caráter.
Aceite a responsabilidade por suas ações e as da sua equipe. Demonstre coragem. Admita suas falhas. Os membros da equipe querem um líder com coragem de admitir, inclusive, se deixou a sua equipe para baixo. Coloque de lado seu bem-estar e interesses próprios.

Fonte: http://www.catho.com.br/jcs/inputer_view.phtml?id=7277

quinta-feira, 18 de março de 2010

Procurando emprego?

Massagista de modelos - Emprego Certo

COMO CONTROLAR E/OU GERENCIAR UM ORÇAMENTO


Na incerteza dos tempos atuais em que todo executivo está sendo responsabilizado pelos resultados, você tem que ter ou desenvolver um gosto especial por finanças. Você tem que saber justificar um pedido, quantificar as contribuições à companhia e evitar, imediatamente, qualquer possível evasão de lucros. Não importa quão eficaz é o seu estilo de gestão, ou quão inovadora são suas idéias! Seu desempenho será medido real a real, até mesmo os centavos!

* O seu orçamento é o seu plano de negócios. Ele deve refletir tudo que você pretende fazer. Se os números não fecham, talvez possa não ser um problema de orçamento. Melhor reexaminar seu plano de negócios.

* Crie um fundo de contingência. Admita que imprevistos ocorrem. Qualquer coisa pode custar mais do que você espera. Entregas de última hora, por exemplo, são conhecidas por tirar dos trilhos muitos orçamentos.

* Documente tudo. O ideal é ter todas as informações de custo e possíveis alternativas por escrito. Mantenha notas detalhadas sobre suas estimativas, raciocínio e cálculos que lhe fizeram chegar aos tais números.

* Conheça os seus custos. Não chute! Se você não tiver condições de ter as informações precisas, é sempre melhor superestimar as despesas e subestimar as receitas.

* Monitore continuamente as despesas versus o previsto em seu orçamento. O valor de uma fatura nunca deve aparecer como uma surpresa. Se as despesas estão fora do previsto, não ponha sua cabeça no travesseiro e espere que as coisas se resolvam naturalmente. Tome uma iniciativa imediatamente. Corte as despesas até que você esteja certo de que o orçamento está no trilho outra vez.

* Estabeleça verificações e balanços. Defina limites para as despesas de seus diferentes níveis de colaboradores e tarefas específicas. Solicite aprovação prévia ou a sua assinatura para todas as exceções, evitando assim possíveis surpresas.

* O dinheiro fala mais alto. Não mantenha as pessoas na obscuridade. Comunique-se continuamente com todas as partes interessadas sobre o status do seu orçamento. Esta é a melhor maneira de evitar constrangimentos desnecessários.

Fonte: http://www.catho.com.br/jcs/inputer_view.phtml?id=7267

terça-feira, 2 de março de 2010

Palestra Motivacional - Silvio Carajeleascov

10 maneiras de viver melhor



Dependa apenas de si mesmo: esse é um dos segredos para manter uma boa auto-estima. Portanto, pare de se abalar com o que os outros pensam ou dizem a seu respeito.
Aceite se, acima de qualquer coisa: você pode até não aprovar em 100% sua maneira de ser, mas nada desqualifica você como pessoa. Auto aceitação significa ser seu melhor amigo e ser generoso consigo, mesmo não sendo perfeito.
Acredite no seu potencial: não dê atenção às vozes e críticas que costumam invadir a sua cabeça, dizendo que você é incapaz e que não irá conseguir fazer isso ou aquilo. Cultive o pensamento positivo e confie no seu taco. Desse modo, você irá naturalmente atrair boas energias para seguir em frente e acertar.
Procure realizar seus desejos: a idéia de que a dor enobrece só atrasa a vida da gente. Tire esse pensamento da cabeça e vá buscar tudo que você merece de bom.
Trata-se bem: respeite-se. Só assim você terá seu valor reconhecido pelas outras pessoas e conquistará o respeito delas.
Invista no autoconhecimento: pare e faça uma auto-análise. Quais são suas qualidades e seus pontos fracos? Como você lida com tudo isso? Aposte em se conhecer melhor.
Busque o amor dentro de você: Para as mulheres - mudar o cabelo no salão de beleza ou tomar um banho de loja pode trazer um prazer momentâneo, mas não recuperam a auto-estima.
Mude o que não lhe agrada: se você está insatisfeito com algumas de suas características pessoais, vamos à lição mais importante: nada de lamentações. Substitua as por ações. Estabeleça metas e invista seu tempo em alcançá-las.
Aprenda a dizer não sem se sentir culpado depois: as negativas fazem parte da vida de qualquer pessoa. Exercite essa importante capacidade de expressão.
Não tenha vergonha de ser você mesmo: expresse seus sentimentos e emoções sem se preocupar com a reação dos outros. Aprenda também a se colocar no lugar das outras pessoas. Assim será mais fácil encarar as diferentes situações pelas quais poderá passar na vida.

Por Silvio Carajeleascov

Porque será que Deus nos deu duas orelhas e uma boca…pense e evite o stresse



Elimine o estresse diário: não faz sentido desperdiçar mais energia se queremos aliviar tensões.
Aguçar todos os sentidos: ao se alimentar, preste atenção no sabor, na cor, no cheiro e na textura do prato. Não fique falando.
Aprendam a escutar os outros: quando queremos falar os pensamentos dos outros demoram mais para ser compreendidos.
Ter equilíbrio: por mais agitado que você seja em algum momento é preciso ter paz para recarregar as baterias.
Turbinar a criatividade: do mesmo jeito que a inspiração surge do nada, ela também desaparece se não pararmos um minutinho para organizar as idéias.
Ficar mais concentrado: dê uma trégua à tagarelice para que o foco volte.
Ganhar autocontrole: o silêncio é uma chance de refletir sobre nossos atos.
Aumentar a compreensão: com a percepção mais desenvolvida, cresce também nossa capacidade de entender fatos mais complexos.

Por Silvio Carajeleascov

Clima Organizacional e a sua Empresa



Assim como o clima compreende os diversos fenômenos climáticos que ocorrem na atmosfera da terra (Wikipédia, 2007), o clima organizacional compreende os fenômenos subjetivos e objetivos existentes que permeiam no ambiente de trabalho. Nas organizações, utilizamos a palavra clima para descrever o grau de satisfação/insatisfação existente em uma organização, sob a ótica daqueles que lá trabalham.

Definições existentes:-

O clima organizacional é um indicador do grau de satisfação dos membros da empresa, em relação a diferentes aspectos da cultura ou realidade da organização.

O clima organizacional é "o reflexo do estado de ânimo ou do grau de satisfação dos funcionários de uma empresa, num dado momento".

Ambas as definições são bastante recentes e atualizadas, e permitem que o leitor possa compreender aspectos básicos, que constam nas três definições:

1 - O clima organizacional está relacionado à satisfação dos funcionários;

2 - O clima representa um conjunto de fatores que não podem ser analisados isoladamente, e sim em conjunto.

Estas duas definições são essenciais para a compreensão de cada um destes fatores, sem perder a visão do todo, que é a interação destas partes.

Gestor cuide do clima de sua equipe, seja o termômetro e haja rápido quando houver um distúrbio meteorológico, pois o que estará em jogo é a saúde de sua equipe e de sua empresa

Por Silvio Carajeleascov

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Hierarquia das Necessidades de Maslow



Abraham H. Maslow, psicólogo e consultor americano, apresentou uma teoria da motivação segundo a qual as necessidades humanas estão dispostas em níveis, numa hierarquia de importância e influência. Nessa hierarquia das necessidades (pirâmide de Maslow), encontram-se cinco níveis de necessidades:



1. Necessidades Fisiológicas
Alimentação, sono e repouso, de abrigo, desejo sexual, etc. (sobrevivência do indivíduo / preservação da espécie).

2. Necessidades de Segurança
Proteção, ordem, consciência dos perigos e riscos, senso de responsabilidade.

3. Necessidades Sociais
Associação, de participação, aceitação por parte dos companheiros, de troca de amizade, de afeto e amor.

4. Necessidades de Estima
Auto-apreciação, autoconfiança, necessidade de aprovação social e de respeito, de status, prestígio e consideração.

5. Necessidades de Auto-realização
São as necessidades de cada pessoa realizar o seu próprio potencial e de autodesenvolver-se continuamente (ser constantemente mais do que é - vir a ser tudo o que pode ser).

MOTIVOS INTERNOS
Motivos internos são necessidades, aptidões, interesses, valores e habilidades da pessoa, que a fazem capaz de realizar certas tarefas e não outras;

Aptidões e
Habilidades

Necessidades
e Frustrações

Atitudes e
interesses

São os impulsos interiores, de natureza fisiológica e psicológica, afetados por fatores sociológicos como os grupos ou a comunidade de que a pessoa faz parte.

MOTIVOS EXTERNOS
Compreender que a motivação está ligada às necessidades, já que ajuda bastante a entender a complexa mecânica do comportamento Humano.

Elaborar uma lista de todas as necessidades humanas é impraticável já que muitas são específicas de pessoas e grupos.

Ficar teoricamente com as necessidades no aspecto mais genérico como o sugerido por Maslow é restringir.

PRESSUPOSTOS DA TEORIA X Y
Pressuposições da Teoria X
As pessoas são preguiçosas e indolentes
·  As pessoas evitam o trabalho
·  As pessoas evitam a responsabilidade a fim de se sentirem mais seguras
·  As pessoas precisam ser controladas e dirigidas
·  As pessoas são ingênuas e sem iniciativa

Pressuposições da Teoria Y
As pessoas são esforçadas e gostam de ter o que fazer
·  O trabalho é uma atividade tão natural quanto brincar ou descansar
· As pessoas procuram e aceitam responsabilidades e desafios
· As pessoas podem ser automotivadas e autodirigidas
· As pessoas são criativas e competentes

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Frases Famosas - Oportunidades

Os resultados são obtidos pelo aproveitamento das oportunidades e não pela solução de problemas. Os recursos precisam ser destinados às oportunidades e não aos problemas.

Peter Drucker

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Frases Famosas - O Sucesso

O sucesso é um péssimo professor - ele seduz gente inteligente a pensar que não pode perder.

É claro que meus filhos terão computadores, mas antes terão livros.

Roubado é uma palavra forte. É um conteúdo cujo dono dos direitos autorais não está sendo pago.

A televisão não é a vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a boîte e ir trabalhar.

* Bill Gates - fundador da Microsoft. É o homem mais rico do mundo (revista Forbes, 2009).